Artigos Séries (TV Shows)

Como 3% pode mudar a produção de série e filmes no Brasil

A primeira série brasileira produzida pela Netflix, 3%, estreou algumas semanas atrás e trouxe consigo um ar de revolução. Por mais que a série é falha, tanto em questões de roteiro, quanto na produção, é indiscutível o impactou da mesma na indústria áudio visual brasileira.

Por que 3% abalou o mercado brasileiro?

Todos nós sabemos que a Netflix tem uma das maiores bases de fã ao redor do mundo e os brasileiros – em especial – são reconhecidos globalmente por seu amor e carinho com a empresa e os atores que trabalham nela.

Algo que está impregnado à cultura brasileira são as novelas, as quais costumam adaptar histórias literárias ou narrativas próprias, entretanto negam-se a gerar conteúdo de gênero. A população tem uma rotina que envolve esse tipo de produção e – quando busca algo diferente – é obrigada a consumir produtos exteriores. Com a estreia de 3%, o público geral viu um novo potencial dramatúrgico na TV e começou a questionar a falta de existência de produções com tal ousadia no Brasil.

Não estou dizendo que séries nesse formato são melhores que as novelas, o ponto é que 3% possibilita uma acessibilidade mais ampla e variada às pessoas.

Qual é a vantagem econômica que esse formato possibilita?

O Brasil está passando por sérios problemas econômicos e isso afeta todos os setores, inclusive o áudio visual. Séries com poucos episódios por temporada não são incomum mundo a fora, mas aqui isso causa dúvida e desconforto para as emissores e patrocinadores.

3% mostra como contar uma história fechada com efeitos especiais bonitos (audácia pouco vista anteriormente) sem gastar muito. A Netflix trouxe um jeito mais prático e mais aceito pela nova geração de telespectadores de “economizar” na realização de séries, fator que provavelmente atrairá novos patrocinadores e empresas dispostas a investir nesse formato.

Outra estratégia usada pela empresa foi contratar atores competentes mas pouco famosos, fazendo com que não haja gastos absurdos com salários no elenco.

Resultado de imagem para tupperware garrafas azuis
A Tupperware foi uma das empresas que patrocinou a primeira temporada da série.

Como a série afetará o cinema brasileiro?

Uma questão delicada é comparar a TV com o cinema. Sendo dois formatos distintos que muitas vezes podem confundir a opinião das pessoas, o cinema e a TV se influenciam fortemente, entretanto tal ação leva muito tempo.

Seria incrível o mercado cinematográfico brasileiro começar a investir em produções de gênero, com grandes efeitos especiais e roteiros acessíveis, porém não acredito que tal mudança ocorrerá logo, pois para isso acontecer necessita-se de uma certeza financeira razoável.

Mas concluo que SIM! Os méritos de 3% chegarão ao cinema nacional e isso, com toda a certeza do mundo, será um marco na história cultural brasileira.

Resultado de imagem para 3% netflix
3% trabalha com a meritocracia, lembrando-nos trilogias como Divergente e Jogos Vorazes.

Imigração de  novas emissoras ao Brasil

Se as produções brasileiras da Netflix fazerem sucesso em escala mundial, é bem viável que novas emissoras entrarão em nosso país e começarão a investir em projetos locais. É sabido que isso levará – no mínimo – de 3 a 7 anos, afinal os canais sempre precisam ter certeza do território no qual está investindo.

É entusiasmante pensar que, se tal evolução na mídia brasileira ocorrer, daqui a 10 anos podemos ter um grande sucesso televisivo mundial contado histórias do Brasil  ou falando sobre narrações inéditas de gênero ambientadas em nosso país.

Infelizmente há um considerável obstáculo no  meio do caminho: a população brasileira – como apontam pesquisas – não tem o costume de usufruir do conteúdo nacional e isso afeta gravemente a decisão das emissoras de vir para cá.

Imagem relacionada
Cena da série Game Of Thrones, produzida pela HBO.

Conclua-se que 3% MUDOU SIM a cabeça da população nacional que conferiu a série e que, se tal feitio se espalhar pelo mercado interno, podemos ter – futuramente – novas produções de gênero que não terão medo de ousar. Se tudo isso ocorrer, a probabilidade de nosso mercado televisivo e cinematográfico se expandir é grande e isso será um marco na cultura brasileira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s